Meditação e Respiração
17 de Fevereiro de 2013
Drenantes Energéticos (auto-vampirismo)
17 de Fevereiro de 2013
Mostrar tudo

O acordar desmistificado!

Tem corrido pela internet, especialmente pelo facebook nos últimos tempos, um texto referente aos 51 Sintomas do despertar espiritual. De facto há muita realidade mas existe ainda muito dogma, superstição e má tradução dos textos originais que me levam a escrever este artigo que tenta desmistificar, elucidar e informar todos os que seguem atentamente o que vou explicando.

É com respeito que utilizo a base do texto alterando onde necessário de forma a melhor poder iluminar recantos mais sombrios do despertar espiritual que a humanidade está a atravessar desde o penúltimo portal de consciência ter tido lugar.

 

A cada sintoma, explicado, acrescento aquele que considero ser o comportamento adequado a cada situação ou sintomatologia energética, mental ou física. Sendo certo que reduzo a menos os sintomas e o texto de forma a ser mais explicativo e a eliminar os exageros que quase indicavam que cada respiração era um acordar espiritual… Antes fosse, mas tenhamos calma na forma como informamos as pessoas, muitas poderão assustar-se ou simplesmente generalizar o seu sentimento de negação face à era que atravessamos.

 

Mudança no padrão de sono

Perturbações durante o sono como pés quentes, acordar duas ou três vezes durante a noite, sentir-se cansado e com sono depois de acordar, adormecer e acordar durante o dia são sintomas típicos de uma revolução energética ao nível dos chakras.

O Padrão de 3 Sonos, que acontece frequentemente a muitas pessoas caracteriza-se por: dormir cerca de 2-3 horas, acordar, voltar a adormecer mais 2-3 horas, acordar de novo, voltar a adormecer mais 2-3 horas, é um padrão perfeitamente natural e que se adequa a um sono de qualidade. É um erro, já provado cientificamente nos últimos 2 anos, que precisemos de fazer um sono ininterrupto de 8 horas, aliás se lermos livros anteriores ao século XVIII veremos várias referências ao ‘primeiro sono’ e aos segundos e terceiros.

Alguns já viram alterar-se as suas necessidades de sono, passando a dormir menos e já sentem inclusive nos momentos imediatamente antes surtos energéticos a partir do chakra coronário e na direcção dos chakras menores dos pés.

O que deve fazer neste sintoma: habitue-se sem pressão e stress. Não se preocupe por não dormir o que no chavão popular é considerado necessário. Será capaz de suportar bem o dia se pensar que tem a quantidade certa do que necessita. Também pode pedir ao seu Eu Superior que, de vez em quando, lhe dê um intervalo para poder ter um sono reparador. Se, durante a noite, não conseguir adormecer, aproveite esse tempo para meditar, ler, escrever o seu diário de jornada ou alargar os seus horizontes espirituais. O seu corpo ajustar-se-á ao novo padrão.

 

Actividade do chakra coronário (alto da cabeça)

Sensações de peso, comichão, formigueiro e arrepios no couro cabeludo e/ou na coluna cervical. Sensação de vibração energética no topo da cabeça, como se a energia jorrasse em chuveiro. Poderá sentir pressão na coroa, como se alguém estivesse a pressionar um dedo contra o centro da cabeça. Como referido no ponto 1, vivemos enormes carregamentos de energia através do chakra coronário. Podemos sentir uma pressão mais generalizada, como se a cabeça estivesse dentro dum aparelho muito suave.

O que deve fazer neste sintoma: Não se assuste. Trata-se da abertura do chakra da coroa ou coronário. Tais sensações dizem-lhe que você está aberto a receber a energia em maior quantidade e aumenta-lhe a sua capacidade interpretativa. É um processo habitualmente natural e que acabará por se adaptar.

 

Repentinas ondas de emoção

Choro compulsivo sem tristeza ou emoção à flor da pele são sintomas de desenvolvimento do chakra cardíaco e tomada lúcida das rédeas das emoções.

Não deverá confundir esta sensação com momentos de angústia ou tristeza repentina, pois estes caracterizam desequilíbrios energéticos mais do que um alargamento chakrico e advêm muitas vezes da nossa incapacidade de lidar com o passado e os seus traumas.

O que fazer neste sintoma: Aceite os seus sentimentos como surgem, abra os braços à sua condição de ser de luz e viva as suas emoções alterando-as no necessário para serem mais e mais positivas. Sinta o conteúdo emocional da energia no chakra do coração ou cardíaco. Expanda-a para todos os seus corpos (energético, mental e físico) e respire profundamente, desde o umbigo até a parte superior do peito.

Sinta a emoção e deixe-a evaporar-se utilizando técnicas de respiração e técnicas meditativas. Não dirija as emoções para ninguém pois é o seu passado que está a ser limpo e dissipado.

Agradeça por o seu corpo estar soltando estas emoções, não as retendo dentro de si, o que poderia provocar danos.

 

Clarificação de karmas

Passamos por vezes por processos karmicos que exigem uma aprendizagem. São episódios importantes da vida onde velhos conteúdos são resolvidos, experiências são consolidadas e karmas são energeticamente equilibrados.

É essencial cultivar a auto-estima e a auto-confiança, trabalhar a criatividade, aceitar os nossos sexto e sétimo sentidos, desconstruir apegos e desfazer a dependência do passado.

As pessoas certas aparecem do nada e sentimos que de facto são uma peça importante pelo que estamos a passar.

O que aconselho: por mais que possa custar, não tenha vergonha de pedir ajuda desinteressada. Muitas vezes os caminhos que se deparam perante nós parecem menos óbvios ao nosso ser mas mais óbvios a uma terceira pessoa (principalmente se for um terapeuta multidisciplinar). Identificar estes processos, aceitar a mudança faz parte do despertar e trabalhar a forma como nos respeitamos a nós próprios é essencial para a trindade de corpos (energético, mental e físico).  Não tente evitar nem «passar ao lado» destas «memórias». Abrace o que aparecer e agradeça por isso contribuir para o seu desenvolvimento.

 

Alteração no peso corporal

O excesso de peso adquirido pela população é, em geral, extraordinariamente preocupante mas alguns atravessam pela situação contrária. Geralmente, ganhamos peso porque muitos medos reprimidos voltam para serem tratados e a acumulação de uma densidade energética estagnada começa a interferir a um nível glandular e hormonal. Reagimos construindo defesas, tentando ancorar-nos ou obter massa corporal, de forma a não permitir que a frequência no corpo aumente… Ou pior ainda refugiamo-nos em falsas esperanças de emagrecimento e reposição muscular presas essencialmente ao mundo comercial e que fazem mais mal do que bem a qualquer dos três corpos.

O que fazer dentro desta sintomatologia: Não seja teimoso e aceite isto como um sintoma do que se está passar consigo. Perderá ou ganhará peso, quando todos os seus medos forem integrados. Solte a sua ansiedade. Depois, talvez constate que será mais fácil perder ou ganhar peso de acordo com a sua vontade e sentido estético. Um bom terapeuta multidisplinar pode encaminhar este processo para uma franca recuperação.

Exercício de controle: Antes de começar a comer, experimente sentar-se a contemplar a comida por breves minutos, concentre-se no seu chakra cardíaco e diga ao seu corpo que irá comer para se nutrir e saciar energeticamente e nunca para despejar as suas raivas e frustrações pessoais. Evite comer a ver televisão ou a ler para apreciar e saciar-se saudavelmente sem cometer excessos ou ultrapassar a conta necessária.

Amplificação dos 5 sentidos básicos

a) Perturbação na visão, objectos tremeluzentes, observação de partículas brilhantes, visão de auras e densidades energéticas em pessoas, plantas animais, cristais e objectos. Quando fecha os olhos já não vê escuridão, mas vermelhidão. Talvez veja formas geométricas, cores brilhantes e quadros quando tem os olhos fechados ou logo no início de um processo meditativo.

Conselho: A sua visão está a mudar de várias maneiras; está a conhecer novas formas de ver. Seja paciente. Aconteça o que acontecer, não se assuste. Visões nebulosas podem ser aliviadas desviando o olhar ou trocando os olhos momentaneamente.

b) Aumento ou diminuição na capacidade auditiva. Audição de ruídos na cabeça, como «bips», zumbidos, sons, música ou sons eletrônicos. Há quem produza o que se chama dislexia auditiva, ou seja, nem sempre consegue perceber o que os outros estão a dizer, como se não conseguisse entender a sua própria língua. Algumas pessoas ouvem vozes estranhas em sonhos ou acordam com uma determinada música nos ouvidos que já não ouve há muito tempo ou nunca ouviu.

Conselho: Renda-se. Deixe-se ir. Ouça! Os seus ouvidos estão a ajustar-se a novas frequências.

c) Intensificação do sentido do olfacto, tacto e/ou paladar. Há quem se aperceba de que passou a conseguir detectar o cheiro e o sabor dos aditivos químicos em alguns alimentos, de uma forma bastante desagradável.

Por outro lado, alguns alimentos passam a ter um sabor maravilhoso. Para algumas pessoas, esta intensificação dos sentidos é tão maravilhosa como divertida. Pode ser possível cheirar a fragrância de flores aqui e ali. Muitos místicos fazem-no.

Conselho: Aproveite a evolução.

 

Alternância entre vigor e cansaço

Episódios de energia intensa que o fazem querer saltar da cama e agir, seguidos por períodos de letargia e cansaço. O cansaço, normalmente, segue-se a grandes mudanças. Aceite, pois este é um tempo de integração.

Conselho: Flua com a natureza da energia. Não a combata. Seja gentil consigo. Durma a sesta, se estiver cansado. No caso de sentir muita energia e não conseguir dormir, escreva pensamentos ou um romance. Tire vantagem do tipo de energia.

 

Ondas súbitas de energia.

De repente, sente-se percorrido por energia da cabeça aos pés. É uma sensação momentânea e pouco confortável. Por outro lado, algumas pessoas sentem um frio ou calor inexplicável. Se for um terapeuta de energia, deve ter reparado que o calor que corre nas suas mãos aumentou consideravelmente. Isto é bom sinal por isso nem dê preocupação a este facto.

Conselho: Se sentir desconforto, medite e peça ao seu Eu Superior para aumentar ou diminuir a temperatura. Faça-o acontecer!

 

Leveza do ser

Tornar-se-á cada vez mais leve à medida que for limpando o material emocional, ganhando lucidez, soltando-se das limitações sociais, libertando crenças limitadoras assim como da bagagem pesada do passado. A sua frequência aumentou. Ama-se mais, assim como ama mais a vida. Comece a mostrar a perfeição que você realmente é. Respeite-se!

 

Sonhos vívidos

Por vezes, os sonhos são tão reais que se acorda confuso. Também pode ter sonhos lúcidos, nos quais está no controlo dos acontecimentos. Muitos sonhos poderão ser místicos ou trazer mensagens. Lembrar-se-á daquilo que for importante para si. Não force nada. Acima de tudo, não tenha medo. E evite recorrer a livros de interpretação de sonhos analisando-os mediante as suas intuições. Este género de livros são armadilhas comerciais para pessoas mais incautas e mal informadas.

 

Manifestações de criatividade súbitas

Recepção frequente de imagens, ideias, música e outras inspirações criativas.

Estas manifestações muitas vezes vêm sobre a forma geométrica com um estranho entendimento de como as utilizar nos vários campos artísticos.

É aconselhável que ganhe conhecimento sobre as figuras geométricas da Flor da Vida e dos cinco sólidos platónicos.

Conselho: Pelo menos registe estas inspirações, porque o seu Eu está a falar consigo sobre como poderá preencher o seu propósito e contribuir para a renovação do planeta e da humanidade.

 

Percepção de que o tempo está a acelerar

Tem essa impressão porque sofreu muitas e frequentes alterações na sua vida. A quantidade de alterações parece estar aumentando.

Conselho: Repartir o dia em encontros e segmentos temporários, aumenta o sentido de aceleração. Pode abrandar o tempo relaxando no momento presente e prestando atenção ao que tem em mãos, sem antecipar os acontecimentos. Abrande e diga para si mesmo que tem bastante tempo. Peça ajuda ao seu Eu Superior. Mantenha-se atento ao presente. Tente passar de uma atividade a outra. Centre-se no seu guia interior.

 

Momentos de Premonição

Um sentimento de que algo vai acontecer, que pode criar ansiedade. No fundo a sensação de que num ponto definido ou não um determinado acontecimento terá lugar.

Conselho: Não há nada com que se preocupar especialmente se não consegue identificar os detalhes da premonição ou clarividência em causa. As coisas acontecem mesmo,  mas a ansiedade só lhe criará mais problemas. Não há nada a temer.

 

Ser diferente dos demais

Um sentimento estranho de que tudo na sua vida parece novo e alterado, que deixou o seu eu antigo para trás. E deixou! Está muito maior que pode imaginar. E há mais para vir!

O despertar traz mudanças significativas na forma de ver o mundo, na forma de ver a vida, na forma de comunicar com os outros, na tolerância e até na procura do nosso próprio lugar.

Conselho: saiba que está num processo que ainda mal começou. Para o atravessar tranquilamente mantenha o seu Eu presente equilibrado, orgulhe-se da trindade de corpos que possui… Corpo físico, mental e energético estão a sintonizar-se às suas próprias frequências e precisam de lucidez de clareza só alcançável se se respeitar e amar como nunca antes.

 

Ajudas de vários tipos

Aparecem «professores» e guias em todo o lado, no momento certo, para ajudar à sua caminhada espiritual – pessoas, livros, palestras, filmes, acontecimentos, visões da Mãe Natureza, etc. Estes «professores» podem parecer negativos ou positivos, mas, de uma perspectiva transcendente, são sempre perfeitos. Surgirá, precisamente, o que tiver que aprender.

Conselho: Lembre-se de que nunca receberemos mais do que aquilo que estamos preparados para lidar. Cada desafio apresenta-nos uma oportunidade para provarmos a nossa mestria na sua superação.

 

Compreensão súbita

O encontrar de uma pista espiritual, que faz sentido para si e que lhe «toca» nos mais profundos níveis. Repentinamente, obtém uma perspectiva que nunca tinha considerado. Tem fome de mais. Lê, partilha os conhecimentos com outros, faz perguntas e vai ao fundo para descobrir quem é e porque está aqui. Corre o risco filosófico de se perguntar «Por que Existo?».

Aconselho vivamente: substitua a pergunta existencial por «o que posso fazer por mim para existir em pleno?» Lembre-se que as coisas chegarão quando estiver pronto para lidar com elas. Não antes. Lide corajosamente com o que for surgindo e, assim, avançará rapidamente.

 

Presenças invisíveis

Algumas pessoas dizem que, à noite ou de dia, se sentem rodeadas por seres, ou têm a sensação de serem tocadas ou de que «alguém» lhes fala. Por vezes, acordam. Outras pessoas sentem as órbitas oculares vibrarem. Estas vibrações são causadas pelas mudanças energéticas, depois de feita a limpeza emocional.

Conselho: Este é um assunto sensível, mas talvez se sinta melhor se, antes de adormecer, meditar na sua cama sobre o espaço à sua volta. Adormeça, na certeza que está rodeado pelos mais magníficos seres espirituais e que está em segurança… Não se culpe por ter medo de vez em quando.

 

Desarranjos eléctricos, electrónicos ou estáticos

Perto de si, em momentos mais chave as luzes apagam-se, as lâmpadas fundem, o computador trava ou o rádio perde a sintonia.

Conselho: aprenda a fazer meditações protectoras ou carregue consigo cristais adequados à manutenção da sua energia.

 

Comunicação com o Mundo Etéreo

Contacto com energias, guias espirituais e outras entidades dimensionais. Canalizar informação. Cada vez mais pessoas parecem estar a receber esta oportunidade. Sentir inspiração e obter informação, que toma a forma de escrita, pintura, ideias, comunicações, dança, etc.

Aconselho vivamente: mantenha um diário actualizado de descobertas e registe tudo. Para apoio procure um terapeuta capaz e isento que não sofra de uma visão dogmática do despertar.

 

Sentir-se mais perto dos animais e plantas

Para algumas pessoas, os animais parecem ser mais «humanos» no seu comportamento. Os animais selvagens mostram e provocam menos medo. As plantas respondem ao amor e à atenção que lhes dá, agora mais que nunca. Algumas até podem ter mensagens para si se se concentrar e meditar com elas.

 

Memórias

Memórias de superfície, memórias de corpos, memórias suprimidas, imagens de vidas passadas e/ou vidas paralelas. Porque estamos a harmonizar e a integrar todos os nossos «eus», espere por alguma destas experiências.

Conselho: O melhor é prestar atenção só ao que lhe vem à mente. Deixe o resto, não analise tudo ao pormenor (senão ficará atolado de material antigo) e sinta os sentimentos conforme eles forem aparecendo. Peça ajuda aos seus guias e apoio a um terapeuta desprovido de dogma.

images

 

O acordar é inevitável e libertador… Chega quando é altura mas podemos apressar o processo se percorrermos os caminhos devidamente apoiados.

Quem procura acaba por encontrar… Quem deseja acaba por ter!

Partilhas