Integre-se energeticamente e enfrente os seus desafios!

Quebra as tuas correntes!
2 de Dezembro de 2015
O que não te disseram sobre a depressão!
2 de Janeiro de 2016
Mostrar tudo

Integre-se energeticamente e enfrente os seus desafios!

Já considerou que um surto emocional, um desequilíbrio mental ou uma súbita doença física pode ter origem numa sobrecarga energética do seu corpo subtil?

Não é segredo nenhum que a consciência humana está a atravessar, em conjunto com o planeta em si, uma mudança colossal desde 2012. Muitas destas mudanças são o resultado de todo um novo fluxo energético de frequências diferentes que chegam e se instalam em cada ser mineral, vegetal, animal ou humano. É toda uma transformação que tem tido a sua influência nos últimos anos de forma subtil e que em 2015 acelerou francamente o seu ritmo.

Se nos abstrair-mos do lixo da Internet que se aproveita de toda esta conjuntura, se nos abstrairmos das incessantes tentativas de controlo dos poderes vigentes e desta nova moda de consciencialização comercial, conseguiremos facilmente sentir estas mudanças e observa-las em inevitável movimento.

Em termos védicos poderíamos dizer que o novo Yuga está a instalar-se e as novas vibrações energéticas irão aplicar uma mudança de paradigma nas nossas vidas e no mundo. Porém esta energia é também responsável por criar desafios aparentemente inultrapassáveis, coisas com que nos deparamos que nos parecem altos muros intransponíveis… mesmo a nível mundial basta observar como as coisas estão a nível político e económico.
Cada um de nós é um foco de energia, um ser energético único que possui a sua própria assinatura energética no mundo vibracional. Se a nossa energia individual não estiver alinhada de forma a permitir o fluxo de novas frequências, nesta transição, podemos passar por momentos ou situações avassaladoras para a nossa mente e corpo.

Sintomas de sobrecarga energética comummente incluem: picos de ansiedade ilógica, dores de cabeça, dores localizadas no corpo sem razão física, dores lombares, depressão, estados emocionais díspares, confusão mental, tremuras, dificuldades de sono e desregulação neurológica.
Pense nisto da seguinte forma: quando pomos demasiada energia, ou energia diferente, num aparelho electrónico (tipo ligar um transformador de 110 volts a uma tomada de 220 volts) o mais certo será que o aparelho receberá danos por tentar lidar com essa energia ou até queimar por completo. A culpa não é da energia nem do aparelho electrónico em causa… o problema está na clara incompatibilidade.

Há imensas explicações e demonstrações sobre este novo fluxo energético e nova vibração ou frequências. Poderia até explicar ao pormenor porque é agora que estão a manifestar-se. Contudo isso dava matéria para um livro e não para um artigo que se quer curto e prático.

Trago este artigo para que perceba que se a sua trindade de corpos (físico/mental/energético) não conseguir processar as novas frequências energéticas estará a enfrentar desafios complicados no seu ambiente, no seu corpo e na sua mente.

Integre a nova vibração

Para que consiga mais facilmente integrar e processar a energia que agora nos circunda há duas coisas que deverá possuir:
1. A vibração do seu corpo terá de ser compatível com a vibração da energia que este recebe. Por outras palavras, a sua trindade de corpos deverá vibrar o mais aproximado possível dos níveis energéticos do seu ambiente. A frequência emanada pelos seus pensamentos toma aqui uma importância fulcral. O pensamento positivo, realista e amoroso produz frequências mais estabilizantes e adequadas enquanto que os pensamentos negativos, a dependência e o medo irão jogar contra si.
2. Cada parte do seu corpo (físico, mental e energético) deverá estar livre de bloqueios emocionais para que o fluxo seja constante e sem atropelos. Os bloqueios emocionais ocorrem quando guardamos conflitos e tensões dentro de nós. Qualquer crença desgovernada poderá resultar num bloqueio emocional algures em si e isso será de complexo trabalho de resolução directamente proporcional com a intensidade a que se apega a esse bloqueio. Notaremos estes bloqueios a cada passo que as novas energias tentem fluir pelos nossos corpos ficando obstruídas e inevitavelmente provocando uma necessidade emergente de resolução. É uma energia que estagna, que densifica e inevitavelmente irá interferir no seu sistema áurico, chakrico e (obviamente) no seu corpo físico.

Lembre-se que o seu corpo nunca lhe mente, se prestar atenção a cada manifestação do mesmo perceberá o que tem de trabalhar e o que tem de libertar. Quanto mais a energia densa e estagnada permanecer no seu corpo maior será a sua apetência para dificuldades físicas, dores, stress emocional e ansiedades.
O seu corpo é bem mais do que um simples aparelho electrónico e quanto mais permitir que as novas frequências fluam e se instalem tanto maior será a sua adaptação e compatibilidade. Rapidamente começará a assistir à mudança do paradigma em si, no seu corpo, no seu Eu.

Como integrar mais facilmente?

Se acredita que, de alguma forma, este é o seu caso. seja porque sente os bloqueios emocionais, seja porque identificou os processos stressantes ou porque a sobrecarga energética não flui, então está na altura de fazer mais por si. Deixe de pedir que algo aconteça e faça-o!
Não são necessárias muitas técnicas e cuidados para se preparar conscientemente para si mesmo e posso aqui servir de guia com algumas propostas.

1. Proteja-se!

Proteja-se em primeiro lugar da informação errada e das modas que o tentam controlar. Não vá nas cantigas comerciais dos ‘contratos geocósmicos multidimensionais angélicos ultra-pasteurizados’ de oportunistas disfarçados de movimento New Age. Não alinhe em ‘libertações de kundalini’ desnecessárias e lembre-se que você é uma ilha auto-suficiente e é dentro da ilha que encontrará a grande maioria das respostas.
Se souber alguma técnica bioenergética (Reiki ou Prana Bhakti) informe-se como se pode alinhar e proteger. se não souber procure um professor de confiança e com quem sinta empatia e aprenda-o.

2. Respire!

Respire para muito mais do que simplesmente sobreviver. Respirar correctamente pode bem ser a ferramenta mais poderosa que possui para o seu corpo físico e mental. Inspire profundamente pelo nariz como quem cheira uma flor, mantenha a respiração e só depois expire levemente como quem bufa uma vela. Ou seja, pratique respiração costo-diafragmática abdominal (aprenda como no vídeo seguinte)

3. Mova-se!

A prática do exercício físico é indubitavelmente uma das mais importantes ferramentas para a nossa saúde física e mental. Ainda assim, nos dias de hoje, criou-se uma espécie de monstro à volta desta ferramenta onde as pessoas aderem agressivamente como se fosse a panaceia para todos os problemas. Tudo deve ter o seu peso e a sua medida. Pratique caminhadas, yoga, tai chi ou qualquer outro tipo de exercício que seja equilibrante e que respeite os seus três corpos.

4. Acarinhe-se!

Quando ‘fala’ consigo de forma repreensível, castradora, julgadora e negativa está a abrir um precedente que depois será complicado de inverter. Está na sua ilha e é na sua ilha que deverá existir a maior quantidade de carinho interior. Aumentamos a nossa frequência energética quando nos parabenizamos, quando falamos bem do nosso corpo e decisões, quando construímos um amor-próprio inabalável e quando nos reconhecemos como funcionais, positivos e activos. Deixe que os outros lhe chamem egocêntrico e egoísta! É apenas uma opinião desinformada.

5. Hidrate-se!

Sabemos que o nosso corpo é maioritariamente composto por água. Sabemos que água é vida e sabemos que sem ela estaremos a provocar desarranjos complicados a todos os níveis orgânicos. Mantenha-se hidratado, mantenha-se atento aos seus níveis de água e se não conseguir aperceber-se disso simplesmente contribua para a hidratação que o corpo agradece. (para um adulto dito normal costumo dizer que dois litros por dia é o mínimo aceitável)

6. Nutra-se!

Somos o que comemos. Todos os alimentos que utilizamos possuem a sua própria vibração e irão influenciar directamente a nossa vibração e a nossa capacidade física. Evite ou elimine completamente comidas processadas, adoçantes artificiais, refrigerantes, ‘fast-foods’, leite e alimentos altamente acidificantes.

7. Medite!

A meditação permitir-lhe-á atingir a capacidade de se perceber e de se aperceber de si. Deixa-lo-á em ligação directa com a sua própria ilha e construirá formas de combater os pensamentos destrutivos e tóxicos que tem.

8. Desligue-se!

Se não se sente capaz de fazer a triagem do que vê e observa provavelmente ser-lhe-á benéfico eliminar da sua vida as horas que passa a ver televisão ou a afundar-se na Internet. Seja responsável pela informação que chega a si e controle-a!

9. Seja Verdadeiro!

Diga o que lhe vai na mente, o que lhe vai na alma. Não guarde, não alimente os bloqueios emocionais, não faça fretes! Seja verdadeiro consigo e com o mundo. Quanto mais purificar a forma como vê o mundo tanto mais purificará a forma como o mundo o vê.

Em suma, não interessa o que possa estar a acontecer, tem o controlo completo sobre a sua vibração individual. Pode ser desafiante alinhar o seu corpo às novas frequências, mas se cá viemos para crescer, aprender e evoluir porque haveríamos de boicotar o caminho?

Veja-se como um templo. O seu corpo físico, energético e emocional são a expressão da sua espiritualidade, personalidade e do seu Eu. Viver é uma viagem divina, por isso viva-a divinalmente!

Partilhas