Sintonia Kriya ou Canalizar Energia
17 de Fevereiro de 2013
O segredo do Segredo!
17 de Fevereiro de 2013
Mostrar tudo

Energia em Pedra

Tudo é energia… possuímos vários campos ener­géticos feitos de energia mais subtil além do nosso corpo físico. Situações de stress como um conflito, uma agressão física ou medo fazem com que o corpo material (ou físico) transmita essa energia negativa ao nosso corpo emocional (ou psicológico), que fará o mesmo com nosso corpo energético (ou mental ou astral ou etéreo).

 

Essas sensações podem ser vividas quando entramos num local e não nos sentimos bem. Isso acontece porque a energia local não tem a mesma vibração que a nossa. Nossos campos energéticos captam a energia ambiental e transmitem as informações ao cérebro. Dependendo da vibração, ela vai nos fazer lembrar de factos desagradáveis, gerando sentimentos de medo, fracasso, ansiedade. Essa interacção desequilibra o nosso sistema energético e se houver um socorro rápido, as energias reequilibram-se e voltamos a estar ‘saudá­veis’. Se houver a perpetuação desse desequilíbrio, tornamo-nos ‘doentes’, tanto física como emocionalmente, porque a camada energética abre mais canais, permitindo a instalação de mais desequilíbrios, que se transfor­mam num ciclo vicioso.

O mesmo acontece quando entramos em ambientes que nos inspi­ram sensações agradáveis. A energia que tem a mesma vibração que a nos­sa ou que vibra de acordo com as nossas necessidades faz com que o nosso corpo físico transmita essas informações aos nossos corpos emocional e energético, que respondem com sentimentos de amor, alegria, felicidade, segu­rança. A energia presente nesses ambientes ou ao redor de determinadas pessoas revigora-nos, equilibra-nos e faz-nos sentir bem e felizes.

 

Mas como controlo, recupero ou faço a minha manutenção energética?

A recuperação do nosso equilíbrio pode ser conseguida com a utiliza­ção das formas naturais de energia, inclusive os cristais. No caso de doen­ças propriamente ditas, os cristais ajudam e potencializam os efeitos da medicina, seja ela tradicional ou não. A Física Quântica, por meio das ligações quânticas, explica as sen­sações energéticas que sentimos e transmitimos a grandes distâncias. A intuição é a leitura dessas ligações quânticas que atravessam o tempo e o espaço… porque no plano ou dimensão energética o conceito de espaço ou tempo são simplesmente inexistentes.

A Física Quântica pesquisa a energia gerada pelos cristais e já com­provou a existência dos vários tipos dessa energia. Eles perceberam o poder das pedras em gerar energia, que, utilizadas em terapias, agilizam na cura de doenças físicas ou mentais por meio do reequilíbrio energético. As suas cores e a sua composição emitem ondas eletromagnéticas mensuráveis caracterís­ticas que nos atingem nos pontos vitais.

 

Os cristais emitem ondas vibratórias que variam em intensidade, comprimento e frequência de acordo com sua cor e composição. Essas ondas são constantes, criando campos de energia estáveis ou provocadores.

Os cristais emitem ondas para fins específicos quando são programados, mas também precisam ser limpos, energizados e reprogramados para nos ajudar na sua totalidade.

 

Existe uma energia gerada pelos nossos canais energéticos que nos faz adoecer ou curar o nosso corpo físico, emocional e etéreo. Quando recebemos uma agressão em algum desses corpos, os outros passarão a funcionar de maneira desequilibrada, desorganizando os nossos campos energéticos, como a aura e os chakras, na tentativa de compensar o desequilíbrio energético. A regeneração do equilíbrio energético tende a sanar os danos da agressão, reequilibrando o nosso organismo.

O excesso de energia acumulada maltrata o nosso corpo. Temos de estudar o funcionamento dos nossos chakras e a restauração da nossa aura, de forma a que não fiquemos desguarnecidos, com chakras abertos expostos ao excesso de energia, nem fechados, sem receber energia alguma, ou ainda bloqueados. Quando em um desses pontos energéticos há um acumular ou falta de energia, os órgãos correspondentes a esse chakra ou as emoções a ele ligadas sofrerão alte­rações prejudiciais ao seu funcionamento. Os outros chakras alteram o seu funcionamento na tentativa de equilibrar a corrente energética.

A terapia mineral tanto recupera e estabiliza a energia dos chakras como fortalece o nosso sistema energético, prevenindo quaisquer tipos de desequilíbrio.

 

Abastecemo-nos de energia de várias maneiras. A energia está à disposição em TODO o lado; assim, o reabastecimento acontece quando fazemos intensa respiração, pelos poros, pela absorção de alimentos, pela água que bebemos, pelos astros que energizam a Terra, pelo solo, etc. O Sol é responsável pela nossa vitalidade, vontade de viver e disposição, por causa da sua energia fulcral que atinge o nosso plexo solar na ‘intensidade’ das cores vermelha, laranja e amarela. Os cristais devidamente posicionados sobre os nossos chakras (principais pontos de absorção e manutenção de energia) ou no nosso ambiente (local de trabalho, casa, etc.) são excelentes fontes de energia, que também equilibram e abastecem.

Protegemo-nos dos desequilíbrios energéticos exercitando o fechamento de um ponto energético no momento em que tivermos uma adversidade que o atinja. Devemos saber abrir, abastecer e fechar os nossos pontos de entrada energética. A presença dos cristais, quer seja no corpo ou no ambiente permite que os nossos pontos energéticos permaneçam protegidos, porque esses pontos passam a ter a mesma vibração do cristal, impedindo a acção de vibrações estranhas. Pensamentos positivos e boas intenções são protectores energéticos efectivos especialmente após trabalho de dissipação de energias viciadas ou estranhas.

 

Podemos canalizar essas energias que nos trazem bem-estar, saúde e alegria de viver com o uso rotineiro de cristais programados, que fazem com que as ‘energias cósmicas’ sejam canalizadas para o nosso bem-estar. Somos feitos de pura energia, como tudo no Universo. Vivemos cons­tantemente trocando, emitindo, recebendo e transmitindo energias posi­tivas e negativas.

 

Existem energias positivas e negativas?

NÃO… definitivamente não! Existem energias diferentes, na densidade, na carga e na vibração. Até interagirmos com cada energia não sabemos o que ela nos fará, porque nós somos também energia pulsante diferente das demais. Se considerarmos UM indivíduo e a sua energia total podemos distinguir as energias que circundam comparativamente a ele e apenas a ele sendo vibrantes as energias consideradas complementares (positivas?) e viciosas as energias que apresentam características antagónicas (negativas?).

Num sentido mais lato podemos considerar como energia viciosa as energias de vibração mais baixa, associadas a sentimentos negativos, como raiva, ódio, maldade, etc. De qualquer manei­ra, não existe energia boa ou má, positiva ou negativa, até que interagimos com ela.

 

A nossa vida é fruto da energia universal… do nosso EU EM TODO!

Vida é energia organizada. Vida é essência, corpo e matéria. Os três devem andar como um conjunto harmónico e estável.

Partilhas